logo
facebook     youtube
NOTÍCIAS

Em discussão: Nível Universitário para Escreventes, Equiparação da Gratificação dos Assistentes Sociais e Instituto do Acesso

16
MAI
2017

As entidades representativas dos servidores do Poder Judiciário, dentre elas a ASSOJURIS e o SINJURIS, se reuniram, nesta terça-feira, 16 de maio, com o Tribunal de Justiça, este nas pessoas do juiz assessor da presidência Dr. Roberto Chiminazzo e a secretária do SPRH Lilian Salvador a fim de discutir sobre as pastas de Nível Universitário para Escreventes, Equiparação da Gratificação dos Assistentes Sociais e Psicólogos aos salários dos servidores da área da saúde, bem como a implantação do Instituto do Acesso aos cargos de comissão.

 

Equiparação da Gratificação dos Assistentes Sociais e Psicólogos aos servidores da área da saúde

Por parte das entidades foi proposto ao TJSP que seja implantada aos Assistentes Sociais e Psicólogos uma gratificação equiparada ao dos médicos e dentistas ou enfermeiros.

 

Segundo o juiz assessor da presidência existem estudos e o presidente do TJSP desembargador, Paulo Dimas, acena de forma positiva quanto a equiparação da gratificação dos enfermeiros cujo impacto é de R$ 46 milhões ao ano.

 

Acredita-se que já no próximo deverá ter a decisão a respeito.

 

 

Instituto do Acesso

As entidades propuseram que seja criado um Comitê Paritário nos moldes do Comitê da Remoção a fim de regulamentar as normas para o Acesso dos servidores aos cargos de comissão.

 

A pasta irá para o presidente do TJSP da mesma forma aguarda-se decisão a respeito.

 

Nível Universitário para Escreventes

Debatido desde 2015 e com o pedido já enviado ao Tribunal de Justiça, as entidades defenderam que seja elaboro Projeto e enviado à Assembleia Legislativa com o compromisso defesa por parte do TJSP, sendo tal atitude de extrema importância, pois não basta enviá-lo uma vez que para sua aprovação, em face do impacto irá gerar no orçamento, há a necessidade e vontade política para aprovação do mesmo junto ao Governo do Estado, isso ocorrendo os servidores deverão se mobilizar frente ao Legislativo Estadual. 

[]