logo
facebook     youtube
NOTÍCIAS

Data base não contempla pleito da categoria

21
MAR
2018

Ao anunciar a recomposição da perda inflacionária dos salários e dos auxílios alimentação e saúde dos servidores (período de março de 2017 a fevereiro de 2018 presidência do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, não satisfaz o anseio da categoria, uma vez que a perda inflacionária acumulada medida INPC é de 14,44% e não de 1,81%.

 

Apesar do TJSP ter majorado referidos auxílios e cumprido a data base 2018 o que vem sendo discutido pelos servidores é quanto a necessidade de aproveitar o “baixo” índice inflacionário para corrigir, em especial,  as perdas salariais ocorridas nos exercícios de 2009 e 2016, oportunidade em que os então presidentes Vallim Belocci e Paulo Dimas sequer cumpriram a Lei 1.111 que institui a data-base da categoria.

 

Assim, emborao desembargador Manoel Calças tenha concedido o índice da inflação a categoria espera que a presidência do TJSP negocie efetivamente 

as perdas salariais acumuladas e não se aproveite de uma baixa inflação para justificar estar cumprindo com sua obrigação. 

 

A ASSOJURIS, por sua vez entende que, já tendo sido protocolada a pauta reivindicatória e expediente que levam consigo subsídios suficientes para a discussão e concessão de uma recomposição que efetivamente contemplam direitos e necessidades dos servidores judiciários paulista espera o agendamento de uma breve reunião com a cúpula do TJSP para discutir e negociar a solução de tais problemas.

[]