logo
facebook     youtube
NOTÍCIAS

ASSOJURIS na ALESP em prol dos direitos dos trabalhadores

09
JAN
2018

Entidades do servidorismo do Estado de São Paulo se reuniram nesta terça-feira, 9 de janeiro, na Assembleia Legislativa com o objetivo de dar início no ano de 2018 avaliando os reflexos negativos que o PL 920 trará ao funcionalismo público e a sociedade civil como um todo, além de discutir a reforma da previdência.

 

Dada a data do inicio de eventual discussão e possível votação, diretores da ASSOJURIS defenderam a realização de uma nova reunião ampliada para o dia 30 de janeiro, às 13h, na ALESP,  a fim de mobilizar as categorias do funcionalismo para possíveis manifestações e até uma greve geral antes da data da votação da Reforma da Previdência, e a continuidade das discussões com a categoria sobre a matéria.

 

Além disso, a ASSOJURIS sugeriu que seja feita campanha para orientar a todos sobre as mudanças negativas que referida reforma trará caso venha ser aprovada.

 

 

Em relação a campanha salarial dos Judiciários foi informado aos presentes quanto ao envio de pedido de agendamento de reunião com a nova presidência do TJSP para dar inicio as tratativas da Campanha Salarial 2018, onde serão discutidos vários assuntos tais como, nível universitário para escreventes, item esse que será tratado como uma das principais bandeiras de luta.

 

Em relação ao nível universitário, a ASSOJURIS enfatiza quanto a viabilidade de envio, aprovação e implantação deste projeto uma vez que por ocasião da elaboração da proposta orçamentária foi incluído tal pleito.

 

Clique aqui e veja a proposta

 

Na oportunidade foi abordado sobre a necessidade de discutir sobre o nocivo PL 7632/2014 que dispõe sobre o prazo para a conclusão do processo de adoção segundo as profissionais da área.

 

Conclamamos todos os servidores para a continuidade da Campanha em combate a Reforma da Previdência, a exemplo do ocorrido no exercício anterior, ocasião em que inúmeras audiências públicas em todo o Estado foram realizadas com o intuito de orientar os trabalhadores” reafirmam dirigentes da ASSOJURIS.

[]